ROG com membrana de reabsorção lenta

  • GBR with slow resorbable mambrane
    Narrow alveolar ridge
  • GBR with slow resorbable membrane
    GBR with cerabone and Jason® membrane
  • GBR with slow resorbable membrane
    Implantation after regeneration
ROG é uma técnica utilizada para a regeneração do osso alveolar perdido, com a ajuda de um material de enxerto ósseo e uma membrana protetora. O defeito é preenchido com um material substituto ósseo (alogênico, xenogênico ou aloplástico) que atua como um arcabouço para o crescimento de células de formação óssea e vasos sanguíneos (osteocondução), e previne o colapso da membrana protetora sobreposta. A membrana atua como uma proteção contra o crescimento das células do tecido conjuntivo em rápida proliferação, fornecendo às células de formação óssea o tempo e espaço necessários para a regeneração óssea do defeito. Além disso, a membrana estabiliza o material de enxerto ósseo e previne a migração de partículas. Para defeitos horizontais mais extensos, bem como defeitos combinados ou verticais, e defeitos fora do contorno do rebordo, uma membrana de reabsorção lenta, como a Jason® membrane, oferece a segurança necessária para um resultado de sucesso.

Fixação da Jason® membrane

A Jason® membrane apresenta uma extraordinária resistência à ruptura, em várias direções. Por isso, pode ser facilmente fixada com pinos, suturas ou mesmo como parafusos, sem se romper.

Aplicação de membrana

A Jason® membrane pode ser aplicada seca ou pré-hidratada em solução salina estéril ou em sangue recolhido do defeito. A aplicação inicial da membrana seca, seguida pela aplicação do material de enxerto, é particularmente benéfica no caso de aumentos laterais. Após a reidratação, a membrana pode ser dobrada sobre o defeito. Se necessário, pode ser facilmente reposicionada.

Exposição da membrana

A exposição da Jason® membrane deve ser evitada, uma vez que a rápida reabsorção bacteriana reduz significativamente a função protetora desta membrana fina. Em casos de tecido mole instável ou previsão de deiscência da ferida, recomendamos a cobertura da membrana com Jason® fleece (imerso em antibiótico, quando aplicável), para proteger a área de cicatrização.

Combinação com osso autólogo

A combinação de um material substituto ósseo com osso autólogo é sempre benéfica, uma vez que incorpora uma atividade biológica (propriedades osteoindutoras e osteogenéticas do osso autólogo), promovendo a regeneração mais rápida e ajudando na formação de novo osso.

GBR mit cerabone® und Jason® membrane - Dr. S. Stavar

A Jason® membrane é uma membrana de pericárdio nativo. Graças à estrutura de colágeno distinta e preservada do pericárdio, a Jason® membrane apresenta degradação lenta, o que prolonga sua função protetora. Por isso, a Jason® membrane oferece uma proteção suficiente para a regeneração perfeita, mesmo em defeitos maiores, além de aumentar o sucesso do tratamento em casos mais complexos.

Particularmente para a regeneração de defeitos horizontais maiores e procedimentos de aumento mais extensos, deve-se dar preferência a um material de enxerto com alto potencial biológico, como os grânulos maxgraft®. A combinação das lascas de osso alogênico com as partículas de cerabone® estáveis a longo prazo é especialmente benéfica. Combinando-se o cerabone® com os grânulos maxgraft®, as vantagens dos dois materiais podem ser aliadas: o potencial biológico do maxgraft®, baseado no colágeno mineralizado preservado, juntamente com a estabilidade a longo prazo do cerabone®. A aplicação conjunta dos dois materiais leva à rápida regeneração e à formação de osso vital resistente. Para quem prefere trabalhar com materiais sintéticos, o fosfato de cálcio bifásico maxresorb® oferece uma alternativa válida. Mesmo assim, é sempre recomendado fazer a combinação dos materiais substitutos ósseos com osso autólogo, em particular nos defeitos verticais ou mais extensos.

Please Contact us for Literature.