Técnica da concha (Shell)

  • Shell technique - maxgraft® cortico
    Narrow ridge in posterior mandible
  • Shell technique - maxgraft® cortico
    Fixation of maxgraft® cortico with distance to the ridge
  • Shell technique - maxgraft® cortico
    Smoothen the edge and covering with Jason® membrane
  • Shell technique - maxgraft® cortico
    Filling with particulated grafting material
  • Shell technique - maxgraft® cortico
    Covering the defect with tension-free sutures
A técnica da concha (Shell) é um método normalmente utilizado para aumento do tecido duro. O conceito da técnica da concha (Shell) baseia-se na preparação de um recipiente biológico, que cria o espaço necessário para a incorporação total do material de enxerto ósseo em partículas. As conchas são compostas por placas ósseas finas, feitas de osso autólogo, moldadas de acordo com o tamanho e a posição do defeito. Em seguida, são fixadas com parafusos a uma certa distância da área do osso, proporcionando um suporte estrutural para o osso autólogo. Paralelamente às reconstruções vertical e horizontal, esta técnica permite efetuar complexos aumentos tridimensionais, para o tratamento de defeitos ósseos grandes. A fim de evitar a coleta demorada e a divisão dos blocos ósseos autólogos e para evitar o risco de morbidade do local doador, a botiss projetou e desenvolveu o maxgraft® cortico—uma placa óssea pré-fabricada com osso doador alogênico.

Reidratação das placas corticais

O processo de produção do maxgraft® cortico preserva o colágeno natural e conserva uma umidade residual de <5%. De acordo com nossos cirurgiões dentistas, a reidratação não é necessária; o produto vem pronto para utilização imediata.

maxgraft® cortico - horizontal augmentation
maxgraft® cortico - horizontal augmentation

Normalmente utiliza-se uma microsserra para fazer a coleta de um bloco ósseo, que é em seguida cortado em duas ou três placas ósseas finas. A espessura dessas placas ósseas pode ser ainda mais reduzida com uma espátula com proteção ou uma trefina de osso. O processo de coleta, embora garanta excelentes resultados, apresenta vários problemas. É demorado, pode causar mais desconforto para o paciente que o aumento propriamente dito, e é uma possível fonte de complicações.

Como alternativa à coleta de osso autólogo, o maxgraft® cortico é uma excelente opção: sua origem natural (por exemplo, o osso humano) garante a alta osteocondutividade, a remodelação controlada e as propriedades biomecânicas, tornando o maxgraft® cortico o material de escolha para aumento ósseo; maxgraft® cortico é um produto estéril com alta estabilidade e vida útil de 5 anos.

Após a fixação da placa, o espaço entre o osso local e a placa cortical pode ser preenchido com uma grande variedade de materiais de enxerto ósseo em partículas. Para promover a osteossíntese, partículas alogênicas (por exemplo, grânulos maxgraft®) podem ser utilizadas para preencher o defeito. O colágeno humano preservado oferece uma excelente osteocondutividade, permitindo a remodelação total. A combinação com osso autólogo ou matrizes de partículas PRF também pode promover a ossificação. No final do procedimento, a área do aumento é coberta por uma membrana protetora (por exemplo, Jason® membrane); por fim, é feito o fechamento sem tensão e com controle de saliva.

Please Contact us for Literature.